Governo do Estado de São PauloIPEM-SP

Você está em : Home Notícias de 2009 Ipem-SP e prefeitura de Araraquara assinam protocolo de intenções para avaliação da qualidade de produtos adquiridos nas licitações

Ipem-SP e prefeitura de Araraquara assinam protocolo de intenções para avaliação da qualidade de produtos adquiridos nas licitações

Imprimir E-mail
Sex, 21 de Agosto de 2009 00:00


Na próxima segunda-feira (24/8), às 11h30, Fabiano Marques de Paula, superintendente do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e o prefeito de Araraquara, Marcelo Barbieri, assinam protocolo de intenções para avaliação da qualidade dos produtos adquiridos pela prefeitura.

 

No evento, que será realizado na sede da prefeitura, à Rua São Bento, 840, centro, estarão presentes todos os secretários municipais, além de vereadores, prefeitos e outras autoridades da região convidados.


Atento aos resultados do trabalho realizado pelo Organismo Certificador de Produtos do Ipem (Ocipem), o prefeito decidiu acompanhar de perto a qualidade dos produtos comprados por licitação, que devem atender aos requisitos exigidos pelo edital. "Vamos garantir o menor preço, mas com a melhor qualidade", diz Barbieri.


De acordo com o prefeito, a prefeitura tem enfrentado problemas graves com a qualidade dos produtos adquiridos. "Um exemplo são as fraldas geriátricas: a empresa ganha a licitação por apresentar o preço menor, mas apresenta um produto inadequado, que causa vazamento. Então você não comprou o que queria. Nosso objetivo, agora com o trabalho do Ipem-SP é garantir o melhor", afirma o prefeito.


No caso dos órgãos públicos, o Ocipem tem atuado desde a elaboração do edital, passando pela definição de planos de amostragem, coleta de amostras, até a realização de ensaios para verificar o cumprimento das especificações previstas em edital, normas de segurança e adequação do produto à sua utilização.


"Essa é a melhor forma de administrar e gastar o dinheiro público, sem desperdícios. O produto adquirido por licitação tem de estar de acordo com as exigências do órgão, caso contrário, vai voltar para o fornecedor até estar adequado ao que foi pedido. É um relacionamento transparente e firme com essas empresas", explica o superintendente do Ipem-SP.


Segundo Marques de Paula, a ideia de Barbieri é avaliar os produtos adquiridos por todas as secretarias. "O objetivo é reduzir custos e alcançar a qualidade desejada". O superintendente do Ipem-SP cita, ainda, o exemplo do serviço prestado à Prefeitura de São Paulo desde 2008 para avaliação do kit de material escolar (caderno, lápis, borracha, massa de modelar, entre outros).


"O processo de aquisição e distribuição de materiais, acompanhado pelo Ocipem, garantiu que as especificações previstas na licitação fossem cumpridas. Além de contribuir para uma melhoria expressiva dos produtos fornecidos, gerou uma economia para a prefeitura, da ordem de R$ 5 milhões em 2008", explica Marques de Paula.

 

Acompanhe o Ipem-SP nas redes sociais: Twitter, Flickr e Facebook

 

Dúvidas, sugestões ou reclamações sobre diversos assuntos do Ipem-SP podem ser feitas pelo telefone da Ouvidoria: 0800-0130522, de segunda a sexta, das 8h às 17h, ou via e-mail: ouvidoria@ipem.sp.gov.br


CORONAVÍRUS
(COVID-19)

INFORMAÇÕES AOS SERVIDORES. Acesse aqui.


 

Secretaria da Justiça e Cidadania

Site desenvolvido pela Assessoria de Comunicação e pelo Departamento de Tecnologia da Informação do Ipem-SP
© 2013 - Todos os direitos reservados..