Governo do Estado de São PauloIPEM-SP

Você está em : Home Notícias de 2009 Radares não estavam com fraudes

Radares não estavam com fraudes

Imprimir E-mail
Ter, 06 de Outubro de 2009 00:00


A partir de denúncia de uma emissora de rádio, o Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP) fiscalizou dois aparelhos medidores de velocidade (radares) nesta segunda-feira, 6 de outubro. Sendo um na Rodovia Roberto Magalhães Teixeira (SP 83), Km 4+900 m, município de Valinhos e outro aparelho, do mesmo modelo e fabricante, na Rodovia Dom Pedro I, Km 142 Norte, em Campinas.

 

Nos dois aparelhos os fiscais do Ipem não encontraram erros de medição. Isto é, os radares estavam medindo corretamente a velocidade. Entretanto, os instrumentos foram interditados por não atenderem as modificações determinadas pela Portaria Inmetro nº. 351 , em vigor desde 25 de setembro. As modificações determinadas pela portaria têm por finalidade melhorar o grau de inacessibilidade aos dispositivos de regulagem.


O relatório sobre o acesso irregular denunciado, que permitiria alterar o radar, vai ser encaminhado pelo Ipem-SP ao Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), órgão responsável pela aprovação do modelo do instrumento, incluindo plano de selagem.


O Ipem-SP interditou os radares, que só podem voltar a funcionar sob autorização, após a correção pelo fabricante, de acordo com Portaria Inmetro nº. 351 e nova aferição pelos fiscais.


Quanto às multas aplicadas por estes instrumentos, a partir da interdição pelo Ipem-SP, cabe tão somente ao órgão fiscalizador de trânsito decidir sobre a validade ou não das autuações.


O Ipem-SP é responsável no Estado de São Paulo pela verificação e fiscalização da confiabilidade das medições e se os radares estão de acordo com as características de aprovação do modelo, de acordo com o que determina o Inmetro.


A fiscalização de radares fixos é feita simulando um veículo em via pública, conforme estabelece a legislação metrológica brasileira. Com um medidor de velocidade chamado "cronotacômetro" instalado dentro do veículo do Ipem, o técnico confere se ao passar pelo radar, a velocidade indicada é a mesma fornecida pelo aparelho medidor.


Em caso de reprovação a empresa responsável é autuada e o instrumento fica proibido de ser utilizado até que sejam feitas as correções e passe por nova verificação metrológica.

 

Acompanhe o Ipem-SP nas redes sociais: Twitter, Flickr e Facebook

 

Dúvidas, sugestões ou reclamações sobre diversos assuntos do Ipem-SP podem ser feitas pelo telefone da Ouvidoria: 0800-0130522, de segunda a sexta, das 8h às 17h, ou via e-mail: ouvidoria@ipem.sp.gov.br


CORONAVÍRUS
(COVID-19)

INFORMAÇÕES AOS SERVIDORES. Acesse aqui.


 

Secretaria da Justiça e Cidadania

Site desenvolvido pela Assessoria de Comunicação e pelo Departamento de Tecnologia da Informação do Ipem-SP
© 2013 - Todos os direitos reservados..