InmetroIPEM-SP


Ouvidoria       Fale Conosco        Mapa do site       Certificado ISO 9001

IPEM-SP autua 27% das padarias fiscalizadas no Estado de São Paulo

Imprimir E-mail
Sex, 17 de Março de 2017 17:42

alt

Operação “Padoca Legal” verificou 557 produtos,

sendo encontradas irregularidades em 38 (7%)


Imagens em alta resolução no Flickr

https://www.flickr.com/photos/ipemsp/albums/72157681521421845


Fiscais do IPEM-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), órgão do Governo do Estado que tem como finalidade proteger o consumidor, percorreram padarias de pequeno, médio e grande porte da capital paulista, Araçatuba, Bauru, Campinas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santos, São José do Rio Preto, São Vicente e Sorocaba, nos dias 15 e 16 de março, para verificar irregularidades no peso de produtos pré-medidos de responsabilidade do ponto de venda (bolos, pães, biscoitos, torradas, salgados, doces e outros produtos).


No caso dos produtos embalados sem a presença do consumidor (pré-medidos), dos 93 estabelecimentos fiscalizados, 25 (27%) foram autuados. Ao todo foram verificados 557 produtos, sendo que 38 deles (7%) estavam com menos peso do indicado na embalagem.


Na capital, foram 206 produtos fiscalizados, sendo quatro (2%) autuados. Ao todo as equipes fiscalizaram 23 estabelecimentos e dois (9%) foram autuados.


Em Araçatuba, foram 79 produtos fiscalizados, sendo quatro (5%) autuados. Ao todo as equipes fiscalizaram nove estabelecimentos e dois (22%) foram autuados.


Na Baixada Santista, foram fiscalizados os municípios de Santos e São Vicente. Em Santos foram 61 produtos fiscalizados, sem irregularidades. Ao todo as equipes fiscalizaram oito estabelecimentos. Na cidade de São Vicente, foram 37 produtos fiscalizados, e dois (5%) autuados. Sendo sete locais fiscalizados e dois (28%) autuados.


Em Bauru, foram 57 produtos fiscalizados, sendo dois (3%) autuados. Ao todo as equipes fiscalizaram 12 estabelecimentos e um (8%) foram autuados.


Em Campinas, foram 41 produtos fiscalizados, sendo nove (22%) autuados. Ao todo as equipes fiscalizaram dez estabelecimentos e quatro (40%) foram autuados.


Em Presidente Prudente, foram 29 produtos fiscalizados, sendo quatro (14%) autuados. Ao todo as equipes fiscalizaram 11 estabelecimentos e quatro (36%) foram autuados.


Em Ribeirão Preto, foram 31 produtos fiscalizados, sendo quatro (13%) autuados. Ao todo as equipes fiscalizaram oito estabelecimentos e três (37%) foram autuados.


Em Rio Claro, foram 24 produtos fiscalizados, sendo quatro (17%) autuados. Ao todo as equipes fiscalizaram seis estabelecimentos e quatro (67%) foram autuados.


Em São José do Rio Preto, foram 52 produtos fiscalizados, sendo cinco (10%) autuados. Ao todo as equipes fiscalizaram oito estabelecimentos e três (37%) foram autuados.


Em Sorocaba, foram 38 produtos fiscalizados, sendo dois (5%) autuados. Ao todo as equipes fiscalizaram seis estabelecimentos e dois (33%) foram autuados.


De acordo com o superintendente do IPEM-SP, Guaracy Fontes Monteiro Filho, “a intensificação da fiscalização, por meio desta operação especial, teve a finalidade de garantir que os consumidores adquiram produtos de acordo com as especificações estabelecidas nas embalagens. Também tivemos a oportunidade de orientar os comerciantes para que não cometam mais erros”.


Os produtos pré-medidos (embalados sem a presença do consumidor) devem conter indicação quantitativa (peso/volume) realizada pelo ponto de venda ou pelo fabricante. Para evitar que seja lesado, o consumidor deve estar sempre de olho nas informações descritas na embalagem. Na dúvida sobre a fidelidade dos dados, o mais adequado é utilizar a balança do próprio ponto de venda para realizar a conferência. O valor deve sempre ser superior ao conteúdo nominal descrito na embalagem, uma vez que o peso do invólucro deve ser desconsiderado.


As empresas autuadas pelo IPEM-SP têm dez dias para apresentar defesa ao órgão. De acordo com a lei federal 9.933/99, as multas podem chegar a R$ 1,5 milhão, dobrando em caso de reincidência.


Em 2016 dos seis estabelecimentos fiscalizados na capital paulista, três (50%) foram autuados. Ao todo foram verificados 28 produtos, sendo que três deles (11%) estavam com menos peso do indicado na embalagem.


Orientação aos consumidores


O IPEM-SP disponibiliza para download o Guia Prático de Consumo, que traz dicas ao consumidor sobre o que observar na hora da compra de produtos embalados, têxteis, eletrodomésticos, itens que devem trazer o selo do Inmetro e também a utilização de balanças disponíveis em supermercados, padarias, açougues e outros tipos de comércio. Para o download do guia acesse http://goo.gl/jYpCEk, aproveite e conheça outras publicações do IPEM-SP no link: http://goo.gl/Waw0P1.


IPEM-SP


O IPEM-SP é uma autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo e órgão delegado do Inmetro. Com uma equipe de fiscalização formada por especialistas e técnicos, realiza diariamente, em todo o Estado de São Paulo, operações de fiscalizações rotineiras em balanças, bombas de combustíveis, medidores de pressão arterial, taxímetros, radares, capacetes de motociclistas, preservativos, cadeiras de carro para crianças, peças de roupa, cama, mesa e banho, botijões de gás, entre outros materiais. É seu papel também proteger o consumidor para que este leve para casa a quantidade exata de produto pela qual pagou. Quem desconfiar ou encontrar irregularidades pode recorrer ao serviço da Ouvidoria, pelo telefone 0800 013 05 22, de segunda a sexta, das 8h às 17h, ou enviar e-mail para: ouvidoria@ipem.sp.gov.br.

 

secrets

 

Site desenvolvido pela Assessoria de Comunicação e pelo Departamento de Tecnologia da Informação do IPEM-SP
© 2013 - Todos os direitos reservados