Governo do Estado de São PauloIPEM-SP

Você está em : Home Notícias de 2009 Ipem-SP recebe coordenadora do órgão de defesa da população negra e indígena

Ipem-SP recebe coordenadora do órgão de defesa da população negra e indígena

Imprimir E-mail
Sex, 04 de Setembro de 2009 00:00


À frente da Coordenação de Políticas para a População Negra e Indígena do Estado de São Paulo, Roseli de Oliveira, esteve nesta sexta-feira, 4 de setembro de 2009, na sede do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP). A coordenadora foi recebida pelo superintendente do Ipem-SP, Fabiano Marques de Paula, para falar dos  planos e metas da nova coordenadoria criada pelo governador José Serra em 9 de junho de 2009 no âmbito da Secretaria da Justiça.

A visita de Roseli de Oliveira ao Ipem-SP faz parte de uma disposição do secretário da Justiça, Luiz Antonio Guimarães Marrey, de oferecer um novo modelo de política pública no combate à discriminação étnica-racial. "Além do trabalho de corpo com os servidores do Ipem-SP, para a sensibilização e orientação, queremos trazer para a atividade do instituto na sociedade essa temática. Muitas vezes, a discriminação ocorre na própria norma. Pretendemos discutir quais políticas podemos desenvolver dentro do Instituto de Pesos e Medidas que possam contribuir para o debate e evitar que isso ocorra."


Ex-presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente e tendo atuado na elaboração de primeiro projeto de lei no Brasil que tornou o tráfico de pessoas crime, Fabiano Marques de Paula afirmou que o Ipem-SP tem vários servidores envolvidos diretamente com a questão dos direitos humanos e que a casa estará à disposição para tratar propostas no que se referir à atuação do Ipem, em conjunto com os demais órgãos da secretaria da Justiça, Fundação Procon, Itesp e Fundação Casa.


A coordenação tem como principal atribuição defender os direitos da população negra, indígena e quilombolas. Além de assessorar o secretário no assunto específico, a coordenadoria deverá, segundo o decreto, "promover, elaborar, coordenar, desenvolver e acompanhar programas, projetos e atividades, com vista, em especial, à efetiva atuação em favor do respeito à dignidade da pessoa humana, de afro-descendentes e grupos étnica e historicamente vulneráveis, como comunidades tradicionais de terreiros, quilombolas e indígenas".


Também cabe à nova coordenadoria realizar estudos, pesquisas, cursos, conferências e campanhas relacionadas à igualdade racial, bem como elaborar sugestões e aperfeiçoamento da legislação vigente, além de servir de suporte para órgãos do Estado e da sociedade civil.

 

Acompanhe o Ipem-SP nas redes sociais: Twitter, Flickr e Facebook

 

Dúvidas, sugestões ou reclamações sobre diversos assuntos do Ipem-SP podem ser feitas pelo telefone da Ouvidoria: 0800-0130522, de segunda a sexta, das 8h às 17h, ou via e-mail: ouvidoria@ipem.sp.gov.br


CORONAVÍRUS
(COVID-19)

INFORMAÇÕES AOS SERVIDORES. Acesse aqui.


 

Secretaria da Justiça e Cidadania

Site desenvolvido pela Assessoria de Comunicação e pelo Departamento de Tecnologia da Informação do Ipem-SP
© 2013 - Todos os direitos reservados..